terça-feira, 3 de novembro de 2009

Três Minutos De Atenção


Não me dê mais
Que três minutos de atenção
Eu fico em sobressalto
Refém da inquietação
Essa velha camarada
Que não deixa passar nada
E me tolda a razão

Ao terceiro minuto
Fico apaixonado
A sonhar como um puto
Por isso tem cuidado
Mantém frio o teu nervo
E conta bem o tempo
Que em pouca água eu fervo

Três minutos de atenção
Não digas sim nem não

Três minutos de atenção
Não digas sim nem não

Um comentário:

Adélia disse...

toda a sorte do mundo! :p
beijo