sábado, 17 de janeiro de 2009

Soma de escolhas

As almas solitárias partiram,
sem que me largassem a mão.

Que pena não te puder seguir.
Mas para além de tudo, depois de ti,
há um talento obscuro, e,
nessa noite não chorei.

7 comentários:

Adélia disse...

:)

bjs

Marta disse...

isso é bom, certo? :)

beijinho

Sandra disse...

Nem sempre conseguimos segui-los, por mais que isso nos custe eles partem e nós ficamos.. Mas..
Ainda bem que "nessa noite" não choraste :)


beijo

Élio - Filomena disse...

Sim, é bom..

Beijos..

© Piedade Araújo Sol disse...

nem sempre fazemos as nossas escolhas.

escreves muit bem.

beij

Heraclita disse...

largou a mão?

Élio - Filomena disse...

Ou na verdade talvez nunca a tivesse agarrado..